Rafael Torino avança para a chave principal no Desafio Mundial ITTF Hopes

14/06/2013 17:19

A estreia de Rafael Torino na fase de grupos do Torneio Individual masculino do Desafio Mundial ITTF Hopes, que acontece até o próximo domingo na Academia Schalger Werner, em Schwechat, na Áustria, não poderia ter sido melhor.

O brasileiro venceu os três jogos que disputou nessa sexta-feira e já está classificado para a chave principal da competição, pois não pode mais ser alcançado pelo austríaco Jonas Promberger e pelo representante da Guatemala, Julio Quezada.

Rafael venceu todos os jogos por 3 a 0 e tem tudo para sair do grupo como o primeiro colocado. Na estreia, superou Jonas Promberger (11-4, 11-5, 11-4), depois passou por Julio Quezada (11-8, 11-3, 11-5) e pelo jordaniano Hasan Alshorani (11-5, 11-3, 11-1). Quatro atletas se classificam para a próxima fase.

O brasileiro jogará nesse sábado contra o português Tiago Li e Tha Hendawitharana, do Sri Lanka, mas apenas para cumprir tabela. O técnico Guilherme Simões não ficou surpreso com os resultados e garante que Rafael tem condições de lutar pelas primeiras posições.

--- Rafael Torino vem se destacando nos treinos, mostrando bastante vontade e sempre disputando as partidas realizadas durante os treinamentos, de igual para igual com os melhores atletas aqui presentes, acredito que ele possa estar entre os oito melhores no individual --- afirmou o técnico.

No feminino, Karin perdeu para Handi Sobana, do Sri Lanka, (3 a 1) e para a americana Crystal Wang (3 a 0). Nesse sábado, a brasileira jogará contra a neozelandesa Hui Ling Vong e a búlgara Kalina Hristova, precisando de pelo menos uma vitória para passar de fase, já que quatro das cinco atletas se classificam.

A competição reúne 35 meninos e 25 meninas de 35 países. A novidade desse ano é a inclusão do torneio de equipes nos mesmos moldes dos Jogos Olímpicos da Juventude. Rafael e Karin chegaram até as oitavas de final depois de uma derrota para Hong Kong (2 a 1) e uma vitória sobre a Jodânia (3 a 0), mas depois foram eliminados pela Tunísia (2 a 1).

A Confederação Brasileira de Tênis de Mesa conta com recursos da Lei Agnelo/Piva – Lei de Incentivo Fiscal e Governo Federal– Ministério do Esporte.