Seleção feminina perde para a Tailândia e enfrenta a Coreia do Sul na última rodada

01/05/2018 08:47

Equipe teve bons momentos no confronto, mas ainda não conseguiu a vitória

Crédito da Foto: ITTF.

 

Rio de Janeiro (RJ), 1º de maio de 2018.
Por: Assessoria de Imprensa - CBTM  

Ainda não foi desta vez que a Seleção Brasileira feminina conquistou a primeira vitória no Mundial por Equipes, em Halmstad, na Suécia. Na manhã desta terça-feira (1/5), a equipe foi derrotada pela Tailândia por 3 a 1. As meninas voltam a jogar às 14h (de Brasília), contra a Coreia do Sul.

A equipe teve bons momentos contra a Tailândia. Venceu uma partida, com Bruna Takahashi, e esteve próxima de uma segunda vitória, que Lin Gui deixou escapar no quinto set.

O confronto começou com Caroline Kumahara encarando a melhor tailandesa da equipe, Suthasini Sawettabut, número 55 do mundo. Caroline começou bem a partida e esteve na frente do marcador até a metade do primeiro set, quando permitiu a virada e o fechamento do placar. Nos dois sets seguintes, o jogo ficou equilibrado até a metade, e a tailandesa sempre conseguiu a vantagem nos momentos finais dos sets, fechando o jogo em 3 a 0 (7/11, 7/11 e 7/11).

Bruna Takahashi entrou na mesa logo em seguida, para encarar Tamoiwan Khetkwan, número 117 do ranking mundial. E fez jogo equilibrado nos primeiros sets. No primeiro, a brasileira venceu. No segundo, a situação se inverteu. A partir deste momento, o panorama da partida se modificou. Bruna chegou a abrir 7 a 1 e venceu com folga o terceiro set. A tailandesa chegou a esboçar uma reação no início do quarto set, mas Bruna logo impôs seu jogo e venceu por 3 a 1 (11/9, 9/11, 11/7 e 11/5).

Na terceira partida, Lin Gui enfrentou Orawan Paranang, 185ª colocada no ranking mundial. Mas começou muito mal. Foi totalmente dominada no primeiro set. No segundo, também começou mal, deixando a adversária abrir três pontos de diferença, que se manteve até o fim. Foi quando começou a reagir. A brasileira abriu boa vantagem no terceiro e quarto sets, levando a partida para o tie-break, que foi disputado ponto a ponto, até a igualdade em nove. A tailandesa acabou sendo melhor no momento decisivo: 3 a 2 (5/11, 8/11, 11/7, 11/8 e 9/11).

No quarto jogo, Bruna Takahashi tinha a missão de vencer Suthasini Sawettabut, para manter a Seleção feminina viva no confronto. Ela manteve o jogo equilibrado até a metade do primeiro set, quando deixou a adversária abrir vantagem e fechar. Fez um segundo set muito ruim e reagiu no terceiro, após também começar perdendo. Mesmo assim, insuficiente para evitar a derrota por 3 a 0 (7/11, 4/11 e 8/11).


A Confederação Brasileira de Tênis de Mesa conta com recursos da Lei Agnelo/Piva (Comitê Olímpico do Brasil e Comitê Paralímpico Brasileiro) - Lei de Incentivo Fiscal e Governo Federal - Ministério do Esporte.

 

FATO&AÇÃO COMUNICAÇÃO

Assessoria de Comunicação da Confederação Brasileira de Tênis de Mesa - CBTM

Claudia Mendes - claudia@fatoeacao.com
Marcio Menezes – marcio@fatoeacao.com

imprensa@cbtm.org.br
fatoeacaocomunicacao@gmail.com

 

Siga a CBTM nas redes sociais:

FACEBOOK: www.facebook.com/cbtenisdemesa

TWITTER: www.twitter.com/cbtm_tm

INSTAGRAM: @cbtenisdemesa