Sofia Calderano segue o caminho do irmão para evoluir no esporte

02/04/2013 11:12

Em qualquer esporte o talento é indispensável, mas é comum ver atletas que não gostam de treinar porque acham que podem por a genialidade em prática na hora do jogo e compensar a falta de uma preparação adequada.

Sofia Calderano começou a jogar Tênis de Mesa por causa do irmão mais velho, Hugo, que nos últimos três anos conseguiu uma evolução meteórica e terminou 2012 como o primeiro colocado do ranking do Circuito Mundial Juvenil da ITTF.

Sofia sabe que as comparações são inevitáveis. Quem não a conhece se refere a ela como a irmã do Hugo Calderano, mas isso não incomoda a menina tímida que treina com empenho nas Laranjeiras e já está entre as melhores do país.

Na II Etapa do Interestadual, competição promovida no Sesc de São João de Miriti pela Federação de Tênis de Mesa do Rio de Janeiro, no mês passado, Sofia foi campeã nas categorias Infantil e Juvenil.

A medalha de ouro mais importante, no entanto, foi conquistada no Torneio de Equipes do Aberto de Jovens, mas com honestidade e um sorriso largo Sofia diz que não considera um feito tão grandioso assim.

--- Fiz parte da equipe, mas nem joguei --- lembra a menina, que vem fazendo um treinamento semelhante ao realizado pelo irmão no início da carreira, sob o comando do experiente técnico Alexandre Silva.

--- Sofia está em um caminho muito bom. Os métodos e a dinâmica do trabalho são iguais aos que o Hugo fez aqui no Fluminense quando começou a carreira. Não sabemos até onde ela pode chegar, mas os resultados já estão aparecendo --- afirmou o técnico.

Departamento de Tênis de Mesa do Fluminense é dirigido atualmente por Luiz Mauro Souza D’Almeida, e além de Alexandre Silva quem comanda as atividades é Ricardo Lopes, o “Cebola”. O local dispõe de três mesas para treinos e o funcionamento de uma escolinha, todas as terças, quintas e sextas, das 18h às 19:15h.

A Confederação Brasileira de Tênis de Mesa conta com recursos da Lei Agnelo/Piva – Lei de Incentivo Fiscal e Governo Federal – Ministério do Esporte.