Técnico da Seleção faz balanço positivo do trabalho realizado em Piracicaba

02/08/2013 16:09

Desde o início da temporada, os atletas andantes (classes 6 a 10) da Seleção Brasileira Paralímpica de Tênis de Mesa estão treinando na cidade de Piracicaba, sob o comando dos técnicos Paulo Camargo e Edson Boro, supervisionados pelo experiente Francisco Camargo, que já comandou no passado a equipe Olímpica.

Os primeiros testes dos brasileiros aconteceram em dois eventos realizados na Eslováquia e Alemanha. O técnico fez um balanço positivo e destacou a participação de Bruna Alexandre, que atualmente ocupa a quinta posição do Ranking Mundial na Classe 10 e tem tudo para brilhar no Rio de Janeiro, em 2016.

--- Bruna Alexandra tem um bom volume de jogo, está mais atenta e procura aproveitar ao máximo cada treino (mentalidade de alto nível). Tem recursos técnicos, além da habilidade e capacidade de variação --- avaliou Paulo Camargo, que também fez algumas observações sobre algumas deficiências que precisam se corrigidas.

--- Melhorarmos a base é importante para chegarmos a um lugar de maior destaque. Estamos trabalhando a pouco mais de dois meses, tirando a viagem de 25 dias. A nossa filosofia já foi compreendida pelos atletas e agora é trabalhar o dia a dia, pois somente com muito suor é que vamos melhorar e atingir os objetivos --- completou.

Para os meses de junho, julho e agosto, a Comissão Técnica traçou como principal meta a melhora da base do pessoal de pelo menos 80% do que está sendo sinalizado de necessidade. Segundo Paulo, será também muito importante o que os atletas passarão a entender sobre a modalidade: noções de efeito, estilo, interpretações, escolhas certas e a estratégia de jogo geral, comportamento, previsões, estatísticas e demais situações.

--- Hoje posso afirmar que, apesar do desafio, eu acredito nos atletas e no nosso trabalho. Nunca acreditei em nada que dá certo sem nenhum tipo de pressão, a pressão tem que ser constante --- garantiu.

A Confederação Brasileira de Tênis de Mesa conta com recursos da Lei Agnelo/Piva – Lei de Incentivo Fiscal e Governo Federal– Ministério do Esporte.