Técnico da Seleção Paraolímpica comemora sua maior conquista

07/11/2012 14:02

Um dos momentos mais emocionantes do 43º Campeonato Brasileiro, realizado no Clube de Campo de Piracicaba, no interior de São Paulo, aconteceu na decisão da categoria Mirim do Ranking Olímpico.

Depois de perder a final para Daniela Yano, Alexia Nakashima não se conteve e foi chorar no ombro do pai, o técnico da Seleção Paraolímpica Celso Toshimi, que também é um grande e vitorioso jogador.

Muitos treinadores se caracterizam pelo rigor, disciplina e pelas palavras duras, principalmente após uma derrota. É comum ver em vários esportes, incluindo o Tênis de Mesa, atletas chorando depois de uma bronca, mas esse não é o caso.

Quem conhece Celso Toshimi sabe que se trata de uma figura doce, incapaz de uma grosseria. A promissora Alexia tem sorte por contar com um profissional tão respeitado e o carinho do paterno ao mesmo tempo.

A prova de que não é preciso ser tirano para obter resultados aconteceu no último sábado, quando Alexia foi premiada como a melhor atleta da temporada 2012, em um jantar de confraternização.

Com certeza esse foi o principal título conquistado por Toshimi, que levou o ouro no Torneio de Clubes, Seleções Estaduais e Veterano 40 em Piracicaba.