Técnico explica mais uma vez os motivos que o levaram a escolher Gui Lin

06/06/2012 16:54

A convocação da atleta Gui Lin para formar a equipe que disputará os Jogos Olímpicos de Londres com Lígia Silva e Caroline Kumahara gerou polêmica e foi notícia nos principais veículos de comunicação do país.

A Imprensa especializada questionou os critérios utilizados pela Confederação Brasileira de Tênis de Mesa e repercutiu o caso ouvindo Jessica Yamada, que se sentiu preterida por ter ficado fora do grupo depois de participar de todo ciclo Olímpico.

O Coordenador Técnico de Seleções Brasileiras, Lincon Yasuda, divulgou nessa quarta-feira uma nota explicando mais uma vez os motivos que o levaram a escolher Gui Lin e espera que a questão seja definitivamente esclarecida.

RESULTADOS INTERNACIONAIS

Entre 2011 e 2012, Gui Lin conquistou importantes vitórias, batendo inclusive uma Top 100 do Ranking (Veronika Pavlovich, atual numero 88). Participou do Circuito Júnior em 2011, conquistando resultados expressivos na Italia, Suecia e Coréia.

CICLO OLÍMPICO

A atleta participou de todo o ciclo, integrando a equipe nas convocações para treinamentos, tanto no Brasil como no exterior. Viveu a expectativa de poder jogar o Pan, o Mundial e o Pré-Olimpico. Apenas não jogou por conta de seu impedimento quanto à nacionalidade. Mas, não é uma atleta que caiu de pára-quedas. Ela sempre fez parte do grupo, é brasileira, e sua presença por si eleva o nível do treino, contribuindo para a evolução de toda equipe.

NATURALIZAÇÃO

A atleta vive no Brasil desde os 12 anos de idade, treinando desde essa época com a equipe brasileira, e em seu clube em São Bernardo do Campo. Estuda em SBC, fala a língua portuguesa com fluência. Ela está totalmente adaptada, interada ao grupo e com espírito para defender as cores do Brasil.

IDADE

Com apenas 18 anos, Gui Lin ainda pode aprender muito mais e evoluir rápido para poder lutar pelo Brasil por um bom resultado em 2016. Possui boa qualidade técnica, em plenas condições é nossa melhor jogadora, e tem mais chances de conquistar uma boa vitória. Trata-se de Jogos OIímpicos e temos de levar o que temos de melhor para lá.