Thiago Monteiro luta para voltar a antiga forma e ao Top 100 do Ranking Mundial

27/01/2013 13:14

Sempre que é questionado sobre seu desempenho nas competições, Thiago Monteiro dá praticamente a mesma resposta e faz questão de lembrar que voltar a jogar Tênis de Mesa em alto nível já foi uma grande vitória.

O Guerreiro Cearense ficou mais de um ano parado por causa de uma lesão e chegou a cogitar a possibilidade de se aposentar como atleta, pois não sabia se poderia continuar sendo competitivo depois de tanto tempo afastado.

Em 2011 Thiago ainda estava em fase final de recuperação e não participou da Seletiva para os Jogos Pan-Americanos de Guadalajara, no México, mas provou que estava recuperado e foi chamado para formar a equipe, escolhido por indicação técnica.

Um dos principais responsáveis por isso foi o francês Jean-René Mounie, que conhece o potencial de Thiago, que joga na Liga Francesa de Tênis de Mesa há mais de dez anos e já conquistou o respeito e tem o reconhecimento de todos.

O técnico não tem dúvidas de que fez a melhor escolha para a Seleção Brasileira naquele momento, mas reconhece que Thiago ainda está em busca do seu melhor, pois o tempo afastado acabou sendo prejudicial.  

--- O Thiago jogou bem, foi regular, mas infelizmente não consegui fechar contra o atleta da Romenia. Depois de parar por mais um ano, acho que ainda precisa jogar mais para voltar a ser o que era antes, mas está no caminho --- acredita Jean-René.

Thiago é atualmente o segundo melhor atleta do país, segundo o ranking mundial da Federação Internacional, atrás apenas de Cazuo Matsumoto. Embora sempre diga que não se preocupa com isso, o brasileiro, que está na 112ª posição, sonha voltar em breve para o Top 100.

--- Estou tranquilo em relação a isso. Prefiro não me preocupar muito e seguir jogando e somando pontos para continuar subindo no ranking --- afirmou Thiago.