Thiago Monteiro tem ótima participação em Doha e passa para a fase principal do Aberto do Catar

27/03/2019 17:19

Brasileiro venceu três fases preliminares e está entre os 32 melhores do torneio. Confiante, enfrenta sul-coreano no próximo desafio

FOTO: Thiago Monteiro fez uma grande competição até o momento. Crédito: ITTF.

 

Doha (QAT), 27 de março de 2019.

Por: Assessoria de Comunicação – CBTM

Hugo Calderano não estará sozinho na etapa principal do torneio individual do Aberto do Catar, competição platinum do Circuito Mundial de Tênis de Mesa. Um outro brasileiro brilhou em Doha, nas fases preliminares, e também estará entre os 32 mesa-tenistas que brigam pelo título a partir desta quinta-feira (28): Thiago Monteiro, 37 anos, o mais experiente entre os jogadores de ponta da modalidade no Brasil.

Ele não deu chances a ninguém nos dois dias iniciais de disputa. Começou vencendo na terça-feira (26) o nigeriano Quadri Aruna, 25°do ranking mundial. Nesta quarta, foram mais duas vítimas. Primeiro, o italiano Niagol Stoyanov, num emocionante 4 a 3 (6/11, 11/9, 11/8, 13/11, 6/11, 8/11 e 12/10). Depois, Liao Cheng-Ting, de Taiwan, superado por 4 a 1 (12/14, 11/7, 11/4, 11/8 e 20/18).

O próximo adversário do cearense será o sul-coreano Jang Woojin, número 11 do ranking mundial (a Federação Internacional de Tênis de Mesa ainda não divulgou o horário da partida). Hugo Calderano estreia contra o belga Cedric Nuytinck, 68° do mundo, às 13h15.

“Não mudou muito a minha confiança na mesa. Tanto esse adversário de amanhã quanto os outros que enfrentei são bons. Eu não estou pensando muito em ganhar ou perder. Só estou feliz de estar jogando”, revela Monteiro.

Felicidade é algo que parece estar sempre presente nas palavras do atleta. Ele terminou a temporada 2018 fazendo um grande Campeonato Pan-Americano e agora consegue classificação numa etapa platinum do Circuito, o que deve lhe render uma subida generosa no ranking mundial. Segredo? Nenhum.

“Não tem muito segredo, é só treinar duro e fazer o que pode. Nem sei se estou melhor fisicamente ou mentalmente, eu fiquei feliz de vir e quando é assim as chances de jogar bem aumentam um pouco”, diz.

 

A Confederação Brasileira de Tênis de Mesa conta com recursos da Lei Agnelo/Piva (Comitê Olímpico do Brasil e Comitê Paralímpico Brasileiro) - Lei de Incentivo Fiscal e Governo Federal - Ministério do Esporte.
 

FATO&AÇÃO COMUNICAÇÃO

Assessoria de Comunicação da Confederação Brasileira de Tênis de Mesa - CBTM

Claudia Mendes – claudia@fatoeacao.com

Nelson Ayres – nelson@fatoeacao.com

imprensa@cbtm.org.br

fatoeacaocomunicacao@gmail.com

                                                         

Siga a CBTM nas redes sociais:
 
FACEBOOK:
 www.facebook.com/cbtenisdemesa

TWITTER: www.twitter.com/cbtm_tm

INSTAGRAM: @cbtenisdemesa