Três ouros e mais sete medalhas na conta dos veteranos brasileiros no Campeonato Sul-Americano Master

23/08/2019 23:03

Duplas devolvem derrotas nas competições de equipes e saem com conquistas de medalhas de ouro na sequência do torneio em Assunção

FOTO DE ARQUIVO: Charley Suzuki foi campeão de duplas no Sul-Americano. Crédito: Daniel Zappe.

 

Assunção (PAR), 22 de agosto de 2019.

Por: Assessoria de Comunicação - CBTM

Os veteranos brasileiros seguem fazendo bonito no Campeonato Sul-Americano Master, em Assunção, no Paraguai. Desta vez, as conquistas aconteceram nos torneios de duplas, com sete medalhas, sendo três de ouro: Neder Neves e Charley Suzuki, no masculino 50 anos; Eliane Avanso e Sandra Lopes, no feminino 40 anos; e, Natalia Pereira e Satiko Mori, no feminino 60 anos.

O mais curioso é que duas dessas conquistas foram revanches dos torneios de equipes. Suzuki e Neves perderam para os chilenos Marcelo Rodriguez e Simon Brill, na quarta-feira (21), na decisão. Nesta quinta, o reencontro, com final feliz para os brasileiros: 3 a 0 (11/5, 11/2 e 11/4).

“No primeiro duelo, eles comemoraram. Agora, foi a nossa vez”, disse Charley Suzuki, após a conquista do ouro.

Situação semelhante viveu a dupla Natalia Pereira e Satiko Mori. Elas perderam para as também brasileiras Emiko Takatatsu e Marlene Takahashi na véspera, quando ficaram com a prata. Nas duplas, a situação se inverteu: 3 a 0 (11/7, 11/8 e 11/9).

Eliane Avanso e Sandra Lopes faturaram a medalha de ouro após vencerem o grupo único da categoria feminino 40 anos. Elas bateram as argentinas Myriam Muro e Evelina Weber, e duas duplas chilenas: Loreto Becerra e Olga Gonçalvez, e, Rosana Yazigi e Sara Villagran.

No masculino 60 anos, os brasileiros bateram na trave. Domingos Sávio e Denis Silva, que ficaram com o título de equipes vencendo os chilenos Guillermo León e Danor Quinteros, desta vez foram derrotados, por 3 a 2 (11/6, 11/6, 6/11, 4/11 e 3/11), ficando com a prata.

As outras duas medalhas brasileiras foram de bronze. No masculino 40 anos, Fabrício Moscatelli e Rogério Capobianco caíram na semifinal para os chilenos Alejandro Moncada e Alejandro Garces, por 3 a 0 (7/11, 5/11 e 7/11). No masculino 70 anos, João Irigoyen e Ednaldo Fernandes ficaram em terceiro no grupo único.

 

FATO&AÇÃO COMUNICAÇÃO

Assessoria de Comunicação da Confederação Brasileira de Tênis de Mesa - CBTM

Claudia Mendes – claudia@fatoeacao.com

Nelson Ayres – nelson@fatoeacao.com

imprensa@cbtm.org.br

fatoeacaocomunicacao@gmail.com

 

Siga a CBTM nas redes sociais:
 
FACEBOOK:
 www.facebook.com/cbtenisdemesa

TWITTER: www.twitter.com/cbtm_tm

INSTAGRAM: @cbtenisdemesa