Viúva de Cláudio Kano comanda projeto social no Peru e foi homenageada pela CBTM

21/02/2019 15:51

Mónica Liyau é peruana e trouxe atletas do projeto para um período de treinamentos no Brasil

FOTO: Mónica Liyau e Alaor Azevedo em homenagem na CBTM

 

Rio de Janeior (RJ), 21 de fevereiro de 2019

Por: Assessoria de Comunicação – CBTM

Mónica Liyau, viúva de um dos maiores mesa-tenistas da História do Esporte Brasileiro, Cláudio Kano, foi homenageada nesta quinta-feira (21) pela Confederação Brasileira de Tênis de Mesa (CBTM). Peruana, ela é responsável pelo projeto social Impactando Vidas, onde ajuda crianças carentes em Lima através do tênis de mesa. O evento aconteceu de manhã, quando o presidente da CBTM, Alaor Azevedo, ministrou palestra e entregou certificados às crianças do projeto, que estão em período de treinamento no Brasil.

O projeto Impactando Vidas foi criado por Mónica com o objetivo de oferecer uma oportunidade de crescimento para crianças de todos os cantos do Peru. A viúva de Kano, ganhador de 12 medalhas pan-americanas e com duas participações em olimpíadas, também foi atleta: é considerada a melhor mesa-tenista peruana em todos os tempos, com dezenas de conquistas e uma participação em Jogos Olímpicos (1988). Em 2016, decidiu tirar do papel a iniciativa:

"Estou surpreso e maravilhado com este projeto. Certamente é um dos mais ambiciosos envolvendo o tênis de mesa no mundo. Queria deixar uma mensagem a todas estas crianças. O esporte forma alguns campeões e medalhistas mundiais, outros tantos locais, mas todos são vencedores na vida", comemorou Alaor Azevedo, valorizando o projeto.

A iniciativa abrange os colégios de várias cidades no Peru com o objetivo principal de captar novos talentos. “Construímos mesas de cimento, fornecemos raquetes e bolinhas, além de um treinador para monitorar os alunos. Ao fim do ano temos um torneio em cada cidade e, assim, vamos mapeando os atletas”, explicou Juan Pablo Koo, técnico do Impactando Vidas.

Assistindo a palestra sobre o crescimento do atual número 6 do mundo, Mónica ressaltou a importância da atitude de Calderano para as crianças de seu projeto: “Percebam o sorriso, a linguagem corporal, a postura de Calderano. É uma postura de vencedor. É preciso levantar a cabeça, olhar para frente para chegar ao sucesso”.

A tendência é o crescimento: “Os planos são muitos, mas ainda é o segundo ano do projeto. Em algumas cidades, é o primeiro. Estamos criando centros de captação para novos talentos e a ideia é aumentar as horas de treinamentos gratuitos para os atletas”, continuou.

Ao menos a captação do projeto já está surtindo efeito. Adonai Gonzales, de nove anos, já é vista como promessa peruana para o esporte: “Ela é como um diamante. A ideia é que ela passe um período de treinamentos na China, para reforçar sua qualidade e seu talento. Tem muito potencial”, projetou Juan Pablo.

Fruto do Impactando Vidas, Adonai já sabe em quem se espelhar: “Tive aulas de ping pong no colégio e daí veio meu interesse pelo tênis de mesa. Pretendo ser uma campeã como Mónica”, afirmou a peruana.

 

A Confederação Brasileira de Tênis de Mesa conta com recursos da Lei Agnelo/Piva (Comitê Olímpico do Brasil e Comitê Paralímpico Brasileiro) - Lei de Incentivo Fiscal e Governo Federal - Ministério do Esporte.
 

FATO&AÇÃO COMUNICAÇÃO

Assessoria de Comunicação da Confederação Brasileira de Tênis de Mesa - CBTM

Claudia Mendes – claudia@fatoeacao.com

Nelson Ayres – nelson@fatoeacao.com

imprensa@cbtm.org.br

fatoeacaocomunicacao@gmail.com

                                                         

Siga a CBTM nas redes sociais:
 
FACEBOOK:
 www.facebook.com/cbtenisdemesa

TWITTER: www.twitter.com/cbtm_tm

INSTAGRAM: @cbtenisdemesa