Notícia

Com bons desempenhos recentes, brasileiros sobem no ranking mundial paralímpico de agosto

Lista divulgada pela IPTTC considerou disputas de duas competições ocorridas em julho: Copa Tango e Aberto Paralímpico da Tailândia

Danielle Rauen foi uma das que subiu no ranking e ocupa a sétima colocação da classe 9. Foto: Fotojump.

Por José Augusto Assis (Fato&Ação) – Assessoria de Imprensa CBTM

02/08/2022 10h08


O tênis de mesa paralímpico brasileiro segue demonstrando a sua força mundialmente, e isso vem se refletindo no ranking mundial. Nesta segunda-feira (1º), a Federação Internacional de Tênis de Mesa (ITTF), através de seu comitê de tênis de mesa paralímpico, divulgou a lista atualizada da modalidade com vários atletas do Brasil ganhando posições e se colocando entre os melhores.

As novas atualizações levaram em conta a participação dos mesa-tenistas em duas competições, a Copa Tango, na Argentina e o Aberto da Tailândia, além de exclusões de atletas com mais de um ano de inatividade.

Na classe 8 feminina, Sophia Kelmer, de apenas 14 anos, continua ganhando posições. Se na última lista, ela já aparecia no Top 10 do ranking mundial, agora ela se consolidou entre as dez melhores com a oitava posição. Ela levou o título das classes 7-8 na Copa Tango, o que a fez ser promovida na lista da categoria, que ainda teve Lethicia Lacerda alcançando a 15ª colocação.

Outra que fez boa campanha no evento argentino e ganhou lugares no ranking foi Danielle Rauen. Na classe 9, a medalhista paralímpica foi prata em Buenos Aires na disputa da 9-10 e, agora, figura no sétimo lugar. Ainda na classe, Jennyfer Parinos também subiu na lista e, com isso, é a número oito.

Na 2, a vice-campeã mundial da classe 2 paralímpica, Cátia Oliveira, se manteve na quarta colocação, mas com ganho de pontos. Ela ficou com a prata individual no Aberto da Tailândia e, por isso, foi a 1.199 pontos no ranking mundial (antes ela tinha 1.191) e se aproximou de vez da chinesa Liu Jing, terceira no ranking, com 1.202 pontos.

Situação parecida aconteceu com Bruna Alexandre. A representante do Brasil na classe 10 faturou o campeonato na Copa Tango e, consequentemente, somou pontuação para a lista da ITTF. Atual número três do mundo, a brasileira ganhou 12 pontos e, atualmente, está com 1.585. Acima dela está a australiana Yang Qian, medalhista de ouro da Olimpíada de Tóquio, com 1.634.

Apesar de não estar envolvida em competição recente, Millena França conseguiu uma grande marca com a divulgação recente da federação. A atleta da classe 8 feminina subiu ao décimo lugar e chega ao Top 10 pela primeira vez na carreira. Além dela, Joyce Oliveira se manteve entre as dez melhores na classe 4 ao ficar na nona colocação com 1.205 pontos.

Na classe 3 feminina, Thais Severo conquistou três colocações com o título faturado em terras argentinas. Antes, a brasileira ocupava a 18ª posição, já no ranking atualizado ela está no Top 15.

Outros brasileiros que medalharam na Copa Tango e que subiram patamares no ranking de agosto foram: Iranildo Espíndola (classe 2) na 25ª posição; Jean Carlo Padilha (2) na 49ª; Eziquiel Babes e Alexandre Ank (4) na 27ª e 34ª, respectivamente; Lucas Arabian (5) na 30ª; Paulo Salmin (7) na 15ª; Paulo Henrique Fonseca (7) na 31ª; Luiz Filipe Manara na 27ª e João Nascimento Junior (ambos da 8) na 43ª; Lucas Carvalho (9) na 29ª; Flavio Seixas (9) na 39ª; Claudio Massad (10) na 18ª; e Carlos Carbinatti (10) na 19ª colocação.

Duplas

Nas duplas, Paulo Salmin agora é o quarto do mundo da classe 7. O atleta ganhou 20 pontos na disputa da Copa Tango e, com isso, foi a 1.298. Na 8 feminina, Sophia Kelmer entrou no Top 5 ao figurar na quinta colocação, enquanto Danielle Rauen pulou para o quarto lugar da classe 9.

Entre os brasileiros no Top 10 das competições masculinas, Israel Stroh caiu uma colocação e é o número três da classe 7. Gabriel Antunes segue como o segundo melhor do mundo nas duplas masculinas da classe 10, enquanto Massad foi ao décimo lugar. Na 2, Guilherme Costa permanece na oitava posição.

Nas femininas, Cátia Oliveira se mantém como a terceira do mundo na 2, enquanto Joyce Oliveira está na nona colocação da classe 4. Mesma situação de Aline Ferreira na 7, que segue no sétimo lugar, e Lethicia Lacerda na 8 com a oitava posição. Na 9, Jennyfer Parinos ainda se encontra na sexta colocação. Já Evellyn Santos permaneceu no número nove da lista da classe 11.

Nas mistas, além de Guilherme Costa, Fabio Silva, Lucas Carvalho, Cátia Oliveira, Joyce de Oliveira, Aline Ferreira, Sophia Kelmer e Danielle Rauen, que já figuravam no Top 10 em julho, Marliane Santos (classe 3) e Evellyn Santos (11) também estão entre as dez melhores das suas respectivas classes na recente atualização.

O ranking de todas as classes pode ser conferido aqui.

 

FATO&AÇÃO COMUNICAÇÃO

Assessoria de Imprensa da Confederação Brasileira de Tênis de Mesa (CBTM)

Atendimento: Nelson Ayres – nelson@fatoeacao.com



Siga a CBTM nas redes sociais:

FACEBOOK: www.facebook.com/cbtenisdemesa

TWITTER: www.twitter.com/cbtm_tm

INSTAGRAM: www.instagram.com/cbtenisdemesa

YOUTUBE: www.youtube.com/user/TMdoBrasil

TIK TOK: www.tiktok.com/@cbtenisdemesa

LINKEDIN: www.linkedin.com/company/3214214

Confederação Filiada

Parceiro Oficial

Patrocinadores

Apoiadores

Eventos
Calendário
Área de Filiados
Desenvolvimento
Universidade do Tênis de Mesa
Escolas de Treinadores
Escolas de Árbitros e Oficiais
Escola de Gestão
Certificações