Notícia

Conhecidas as primeiras campeãs paralímpicas do TMB Platinum Ciclo III: Thaís Severo, Auzeni Silva e Aline Ferreira

Conquistas na competição de Uberlândia-MG foram obtidas, respectivamente, nas classes 3, 5 e 7

Thaís Severo fez granbde partida na decisão da classe 3 feminina. Fotos: Gustavo Medeiros e Miriam Jeske.

Por Nelson Ayres e Paulo Rocha (Fato&Ação) – Assessoria de Imprensa CBTM

23/09/2022 05h39


As primeiras campeãs paralímpicas do TMB Platinum Ciclo III de Uberlândia foram conhecidas no início da tarde desta sexta-feira (23). Thaís Severo venceu a classe 3; Auzeni Silva, a classe 5; e Aline Ferreira faturou o ouro na classe 7.

A campeã da classe 3 foi Thaís Severo, representante da Associação dos Deficientes Físicos de Goiás (ADEFGO). Marliane Santos, da APMDFESP-SP, atleta com participação na Paralimpíada de Tóquio, era a grande adversária. Thaís, contudo, dominou o jogo e a derrotou na final por 3 a 0 – parciais de 12/10/11/6 e 11/3.

“Venho treinando há dias pensando neste confronto com a Marliane. É sempre um jogo duro, qualquer uma pode ganhar. Desta vez, graças a Deus, fui eu”, disse Thaís, que se prepara visando a disputa do Mundial Paralímpico, na Espanha.

“Primeiro vamos disputar o Aberto do Brasil, que servirá como uma boa preparação. Estou treinando forte, nunca disputei um Mundial, espero fazer bonito”, disse Thaís, que busca retomar sua caminhada rumo a conquistas internacionais. 

VEJA O PAPO COM THAIS SEVERO

Classe 5

A classe 5, sem dúvida, mostrou-se a mais equilibrada do torneio. E foi Alzeni Silva, da Associação dos Deficientes Físicos de Goiás (ADEFGO-GO), a atleta que subiu ao lugar mais alto do pódio.

Auzeni travou uma disputa equilibrada com duas representantes da ADFP - Associação dos Deficientes Físicos do Paraná-PR, Sônia Oliveira e Maria Passos. No fim, seu esforço foi premiado com a medalha de ouro.

No grupo único, todas as três adversárias bateram Raiza Silva por 3 a 0. Depois de vencer Sônia por 3 a 2 (11/9, 9/11, 11/5/ 8/11), Auzeni foi derrotada por Maria Luiza pelo mesmo placar (10/12, 13/11, 11/8, 7/11 e 8/11). Após a vitória de Sônia sobre Maria também por 3 a 2, a representante de Goiás levou o título no critério-desempate de saldo de pontos.

“Minhas adversárias eram de alto nível, confesso que estou surpresa com esse resultado. Me preparei bem, mas não esperava ganhar essa medalha de ouro. Mas ganhei e estou muito feliz”, declarou Auzeni.

AUZENI CONVERSOU CONOSCO APÓS O TÍTULO!

Classe 7

Aline Ferreira confirmou seu favoritismo e foi a campeã na Classe 7. A jogadora do Inclusivo Clube Paradesportivo, favorita na disputa, venceu todos seus confrontos sem perder um set sequer.

Na partida que valeu a conquista da medalha de ouro, Aline bateu Andrea Costa, representante da Associação M. Nogueira de Tênis de Mesa-DF. A vitória por 3 a 0 teve parciais de 12/10, 11/4 e 11/3.

 


FATO&AÇÃO COMUNICAÇÃO

Assessoria de Imprensa da Confederação Brasileira de Tênis de Mesa (CBTM)

Atendimento: Nelson Ayres – nelson@fatoeacao.com

contato@fatoeacao.com



Siga a CBTM nas redes sociais:

FACEBOOK: www.facebook.com/cbtenisdemesa

TWITTER: www.twitter.com/cbtm_tm

INSTAGRAM: www.instagram.com/cbtenisdemesa

YOUTUBE: www.youtube.com/user/TMdoBrasil

TIK TOK: www.tiktok.com/@cbtenisdemesa

LINKEDIN: www.linkedin.com/company/3214214

Confederação Filiada

Parceiro Oficial

Jogo Limpo

Patrocinadores

Apoiadores

Eventos
Calendário
Área de Filiados
Desenvolvimento
Universidade do Tênis de Mesa
Escolas de Treinadores
Escolas de Árbitros e Oficiais
Escola de Gestão
Certificações