Notícia

Williberto Hoffmann se despede do trabalho no tênis de mesa brasileiro e será homenageado pela CBTM

Um dos principais fabricantes de mesas do país, ele trabalhou por 35 anos no desenvolvimento de materiais para a modalidade e deixa o comando da empresa para o filho, Glauco

Alaor Azevedo, Vilmar Schindler e Williberto Hoffman em Joinville. Foto: Aldo Medeiros.

Por Henrique Porto (especial para a CBTM), com colaboração de Aldo Medeiros

15/12/2021 09h20


A difusão do tênis de mesa no Brasil passa, inevitavelmente, pela construção de parcerias estratégias. Isso inclui os fabricantes de equipamentos em solo nacional, como a Hobby Indústria e Comércio de Artigos Esportivos, de Pomerode (SC), que há 35 anos fornece mesas para a Confederação Brasileira de Tênis de Mesa - CBTM. Aproveitando a realização do TMB Platinum - Campeonato Brasileiro Interclubes, em Joinville (SC), o empresário Williberto Hoffmann realizou uma visita de cortesia ao presidente Alaor Azevedo e a seu vice, Vilmar Schindler.

Carinhosamente chamado de Willi, o empreendedor catarinense começou fabricando mesas para uso em garagens. Com o tempo conheceu melhor o tênis de mesa, uma modalidade que não era olímpica na época, mas praticada em nível mundial. “Foi então que me apaixonei pelo esporte”, confessou. Buscou contato com a Federação Catarinense, com o objetivo de conhecer mais a fundo o esporte e entender como poderia ajudá-lo. “Isso me levou a outro patamar”, ponderou.

Procurou saber o que uma boa mesa precisava oferecer para um atleta e mergulhou fundo em pesquisas e viagens. “Na época existia uma mesa que era aceita no Brasil, mas não tinha qualquer comparação com as mesas que nossos atletas utilizavam para treinamento no exterior. Então, procurei preencher essa lacuna”, relatou Hoffmann. “Foi um aprendizado geral”, recordou Schindler, vice-presidente da CBTM. “A Hobby contribuiu muito com o tênis de mesa de Santa Catarina, devido a estar no estado. Se tornou mais fácil para nós comprarmos uma mesa”, informou.

“O Willi foi fundamental para o nosso desenvolvimento”, endossou Azevedo. “A Hobby tem colaborado muito com o crescimento do tênis de mesa brasileiro, há anos produzindo mesas de qualidade, com preços competitivos”, acrescentou o presidente da CBTM. “A Hobby é tradição. Se eu comprar vinte mesas hoje, posso voltar daqui cinco anos e comprar outras vinte, porque ela ainda vai existir. As outras marcas que vieram, pouco tempo duraram”, acrescentou Schindler.

Hoffmann credita o sucesso de sua empresa ao amor com o qual produzem os equipamentos. “Todas as mesas que saíam de lá, não sabíamos para quem ia. Se para um mesa-tenista importante ou para alguém que ia usar para comer um churrasco em cima. Mas sempre mantínhamos o padrão de qualidade, em todas elas”, descreveu com os olhos marejados. “A Hobby teve um grau evolutivo muito grande, de quando começou até hoje”, descreveu Schindler. “Começou fazendo mesa para jogar na garagem e terminou fazendo mesa para jogar Campeonato Brasileiro”, enalteceu.

“Hoje vim me despedir do tênis de mesa, como fabricante. E me despedir da pessoa do Dr. Alaor Azevedo, porque foi ele me introduziu na modalidade e ele é quem tinha que saber que estou me retirando”, informou Hoffmann, que agora passa o controle da empresa ao seu filho, Glauco. “Além de todos esses anos de trabalho com a fábrica, o Willi conseguiu formar um sucessor. E isso é muito importante para o nosso esporte”, enalteceu Azevedo.

“Foram 35 anos de uma atividade muito grata. Acima de tudo, não visamos somente o lucro da fábrica. Botamos muito amor e coração no nosso trabalho”, descreveu Hoffmann, que nessas três décadas e meia vendeu mais de 23 mil mesas, distribuídas principalmente pelo Brasil, mas também no Paraguai, Argentina, Uruguai e Angola. “Saio grato e de coração leve desta atividade, pois tenho a certeza de que contribuí bastante”, concluiu o empresário.

Porém, o presidente da CBTM informou que este ainda não será o último ato de Hoffmann no tênis de mesa brasileiro. “Iremos fazer uma homenagem à altura do que ele merece. Neste dia sim ele poderá dizer que sua missão está cumprida”, adiantou Azevedo. “Procuramos sempre enaltecer a sua marca e o seu legado”, concordou Schindler. “Eles sempre procuraram nos ajudar”, acrescentou.


 

FATO&AÇÃO COMUNICAÇÃO

Assessoria de Imprensa da Confederação Brasileira de Tênis de Mesa (CBTM)

Atendimento: Nelson Ayres – nelson@fatoeacao.com

fatoeacaocomunicacao@gmail.com / contato@fatoeacao.com



Siga a CBTM nas redes sociais:

FACEBOOK: www.facebook.com/cbtenisdemesa

FACEBOOK/PORTAL TMB: www.facebook.com/PortalTMBrasil

TWITTER: www.twitter.com/cbtm_tm

INSTAGRAM: www.instagram.com/cbtenisdemesa

YOUTUBE: www.youtube.com/user/TMdoBrasil

TIK TOK: www.tiktok.com/@cbtenisdemesa

LINKEDIN: www.linkedin.com/company/3214214

Confederação Filiada

Financiada pela Lei N° 10.264/2001

Jogo Limpo

Parceiro Oficial

Patrocinadores

Apoiadores

Eventos
Calendário
Área de Filiados
Desenvolvimento
Universidade do Tênis de Mesa
Escolas de Treinadores
Escolas de Árbitros e Oficiais
Escola de Gestão
Certificações